Forever 21 no Brasil: lugares, peças, preços e pé no freio

forever21

Sim! Ela demorou, mas chegou! Em meio a pedidos, berros, suor e lágrima, eis que a Forever 21 está com data marcada para cortar a fita da inauguração em vários cantos do Brasil. Só neste ano, a rede vai abrir SETE lojas no Brasil (só pra dar uma comparada: na China são três lojas). Aonde serão as lojas? Duas em São Paulo, duas no Rio de Janeiro, uma em Porto Alegre, uma em Brasília e uma em Ribeirão Preto. Mas por que tanta loja aqui, gente? A RP Global e gerente de marketing da rede, Kristen Stricker, disse que “A cultura aqui é perfeita para a nossa cultura. As brasileiras gostam de se divertir com a moda, experimentar novas tendências sem ter que investir numa peça muito cara”. Ela ainda acredita na possibilidade de abrir ainda mais lojas no Brasil em 2015, inclusive as de rua. “Estamos olhando para as ruas e para os shoppings. Nosso time está sempre procurando e não vejo motivos para parar por aqui”, disse. Te mete, Brasil?

forever2

A loja do Shopping Morumbi, em São Paulo, vai abrir já neste sábado, 15/03, com 3.350m2. Pra quem já pôde dar uma olhada no que tá rolando na preparação das lojas, o que se vê são MUITAS peças já nas araras e mais UM MONTE delas em caixas e muitos funcionários sendo treinados – só nessa loja vão ser 86 -. E o que mais se comemora, sem dúvida, é a chegada dos preços baixos. Estão sendo vistas regatinhas básicas por R$ 8,90; jeans por R$ 34; vestidos curtos por R$ 45; vestidos longos mais cara de “arrumada” por R$89; peças com taxas por R$91; tops e shorts fitness por R$21,90; peças fitness mais elaboradas por R$103,90; peças de lingerie (que particularmente são LINDAS… eu amo tudo o que a F21 faz em lingerie) por 8,90; 24,90 e 63,90; T-shirts por R$44,90; moletons por R$85,90; calças mais rasgadinhas e coloridas por R$85,90; acessórios que variam de R$11,90 a R$34,90 e por aí vai…

Aqui no RJ, a inauguração fica pro dia 22 de março, no Village Mall. A coleção masculina por enquanto só chegará em terras cariocas, mas daqui alguns meses também deve ir para SP. Por enquanto, a linha plus size não vem pra nenhum lugar! Mas a promessa é que chegue daqui há alguns meses. Já as linhas de beleza, bolsas e sapatos não vem e não tem nenhuma previsão de quando chegam. Motivo? Questões de burocracia, leis e taxas… ê Brasil… mas Kristen afirmou que isso é questão de tempo e em breve tudo vai estar disponível por aqui também. Kristen, aliás, contou que essa é a questão mais complicada, pois ela fez questão de só vir pra cá quando conseguisse manter os preços baixos. “Não teríamos entrado no mercado brasileiro se não pudéssemos proporcionar preços equivalentes aos dos EUA. É a coisa mais importante para nós. Nunca vamos entrar num país e chocar nossos fãs. Sim, ele são um pouco mais altos aqui, mas incluem taxas. Há alguma diferença, mas é pouca, e nós não vamos aumentá-los mais, isso é uma certeza”, disse. Muito bom, né? Quem lembra quando a Topshop chegou no Brasil com preços de chorar sangue? Tudo bem que nem lá fora é a barateca do pedaço, mas aqui o negócio ficou salgado toda vida. E se isso vira motivo de preocupações do tipo “será então que por isso vão ter menos peças aqui?” ela faz questão de responder: as lojas da F21 no Brasil receberão peças todos os dias, como acontece com todas as lojas do mundo. Ela disse que o Brasil não vai ficar atrás de nenhum outro país e tudo o que tiver lá fora, terá aqui, só com a ressalva das diferenças de estação.

forever

E o quão incrível vai ser a gente poder ter peças tão legais e acessíveis? Mas gente, por favor, vai com calma ao pote! E isso eu falo pra minha própria consciência também. Peças extremamente baratas são estranhas… logo a gente acha que pode ter algo de errado com a produção. Não tô afirmando que a Forever 21 usa mão-de-obra escrava, nem nada do tipo. Até porque ela é uma gigante que pode muito bem ter criado uma forma de produção própria que consiga fazer o que faz. Pode ser que um dia estoure alguma denúncia contra a rede, mas por enquanto, não sabemos. E isso é tão complicado, né? Quantas marcas da chiqueza foram denunciadas por usar mão-de-obra escrava? “Não, mas eu compro bem, compro do melhor. Pago R$600,00 nessa peça que sei que vai durar e sei que foi produzida em pequena escala”… balela, né? Infelizmente, tudo enganação pro povo e auto-enganação do povo. Aonde quero chegar com tudo isso é que eu acho muito melhor não entrar numa de consumo louco e sair mergulhando em sacolas e mais sacolas de roupas novas todo mês, acumulando tudo dentro do armário. Agora ela tá aqui! Pertinho da gente! Não precisamos ficar nessa de “tenho que levar porque tenho que aproveitar que estou viajando”. Agora podemos ir sempre… comprar uma peça legal pra uma ocasião específica… acho que o maior barato de ter essa loja aqui é poder ter acesso a produtos tão graciosos, estilosos, diferentes e fofos por um preço camarada e não se sentir roubada. Esse é o ponto. Pelo menos pra mim. Aproveitar o fato de poder comprar um novo vestido por R$80,00, ao invés de querer levar 6 vestidos porque eles vão dar o preço que você pagava em um. Aproveitar que você tem um lugar pra ir quando precisar comprar um presente bacana pra alguém, ou quando quiser adquirir uma peça nova por algum motivo e conseguir comprar sem doer tanto no bolso. Vamos pensar, né galera? Inclusive eu! ;)

Beijos! =)

Que bolsa é essa, Prada?

A Prada resolveu entrar com toda a força no mercado brasileiro em 2013. A ideia da marca é fechar esse ano com 7 lojas espalhadas pelo país. Em novembro, as unidades de Brasília, Curitiba e São Paulo foram abertas. No último dia 10 de dezembro, foi a vez de Recife ganhar uma inauguração.

Para cada abertura, é preparado um coquetel para convidados e um modelo de bolsa em edição limitada.  Para a loja de São Paulo foi escolhida a Twin Pocket em versão de couro de avestruz (-.-) em dois tons de azul e um de vermelho que não são vendidos em nenhum outro lugar do mundo.

prada bagModelos Twin Pocket com venda exclusiva na Prada de São Paulo, no shopping Iguatemi. Tá barata: R$ 25.300 (cada uma). Sua amiga oculta chora! 

Essa Prada do shopping Iguatemi já é a terceira loja da marca só em SP (capital). As outras duas estão nos shoppings Cidade Jardim (de 2011) e JK Iguatemi (de 2012). O visual das lojas é sempre bem parecido, com elementos como o piso de mármore quadriculado branco e preto e os nichos para as bolsas e acessórios.

De acordo com a grife, “Brasil e América Latina formam uma região importante para a futura expansão do Grupo Prada. Com uma população de mais de duzentos milhões de habitantes, o Brasil é um dos países mais dinâmicos do mundo, com perspectivas significativas de crescimento do mercado de luxo”.

Eis que chegamos na inauguração de Recife, a maior de todas, com 510 metros quadrados no shopping RioMar. Como já dito acima, a inauguração também teve bolsa exclusiva, sempre feita após uma pesquisa de tendências locais:

prada1

 

Que “Recife” em branco esquisito é esse, minha gente? Alguém curtiu? Tudo bem se fosse um brinde pro pessoal que estava lá no coquetel, né? Mas não! O modelo feito de lona custa R$1.800! Só foram feitas 30 dessas e tem um povo correndo para garantir a sua… o que o poder e a magia de uma logomarca não faz?